Terça-feira, 22 de Abril de 2008

Desafio 1

Qualidade: Sinceridade / Amigo.


Defeito: Teimosia / Ter forte panca (pancada, como queiram chamar) / No fundo.. ter muita paranóia. (daí o nome do blog).


Gostas: Fotografia; Amizades fortes; Cinema; Velocidade; Natação; etc.


Detestas: Falsidade; Cinismo; "Cortes"; Oportunistas.


Não passas sem: Uma boa amizade; Computador.


Pessoas: Simples e Sinceras.


Família: Está noutro patamar à parte.


Homem: Lance Armstrong (pela sua história e luta pela vida).


Mulher: Zeca.


Sorriso: O melhor que me podem dar.


Perfume: Hugo Boss; Calvin Klein; (tenho outros, mas não me lembro as marcas).


Carro: Ferrari Enzo; Bugatti Veyron.


 


Paixão: É algo complicado.


Sexo: Um assunto interessante.


Amor: É uma merda... uma complicação.. vem sempre acompanhado de problemas/desilusões.


Olhos : Olhar, lábios e sorriso (principalmente sorrisos com "covinhas" - como a Diana Chaves).


Sol: Bom para a mente.


Chuva: Para estar enfiado num buraco... Dias com chuva e muito escuros são péssimos.


Bom para passear com alguém especial.

Mar: Aventura.. paraíso.


Livro(s): Boca do Inferno - Ricardo Araújo Pereira; O Poder da Inteligência - Tony Buzan.


Filme(s): Into The Wild; No Country For Old Men.


Musica(s): Há muitas... e vem a mesma cantiga de sempre: David Fonseca, Silence 4, podem pensar em qualquer uma delas.. gosto de todas (umas mais, outras menos.. mas adoro); Sérgio Godinho (muitas também); Trovante (algumas); José Mário Branco (muitas também); Zeca Afonso (igualmente, muitas); Pink Floyd; Queen (espectaculares também).


Dinheiro: A maior droga no planeta.


Animal: Irracional.


Silencio: Fantástico.


Solidão: É o melhor que há.. sem dúvida. Não durante muito tempo, logicamente.. mas é muito bom.


Flor: Girassol (para mim, das flores mais fascinantes que há)


Sinceridade: O melhor que uma pessoa pode ter.


Sonho(s): Ser feliz, ter alguém ao meu lado que goste de mim; Conduzir um carro de Fórmula 1 ou de rally (um kart já conduzi.. há coisa de um mês - ainda tenho que colocar o post aqui sobre aquela condução)


Cidade(s): Agora pego numa das músicas principais dos Tunídeos (UAC): "Eu sem ti não sei viver / Minha pacata cidade / Onde aprendi a crescer / Também a sentir saudade / Os amores que eu vivi / Nesta vida amargurada / Nenhum se compara a ti / Oh doce Ponta Delgada"...  Acho que está tudo dito.


País: Suécia (gostava de viver lá); Polónia, República Chega e Hungria, bons países também.


Não vives sem: Comida e água.

Nunca deixas de: Falar com aqueles que me são especiais.


Agora respondam ao desafio se tiverem paciência. ;)
sinto-me: Aborrecido e confuso
música: No music

publicado por paranoiasnfm às 10:39
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 11 de Março de 2008

Control (review)



Mais um filme, mais uma vez satisfeito. :D

"Control", realizado pelo aclamado fotógrafo Anton Corbijn, conta a história de Ian Curtis, líder e vocalista dos míticos Joy Division, até ao momento do seu trágico suicídio. Uma história que se confunde com a do som que mudou a face da música. Com interpretações de Alexandra Maria Lara e Samantha Morton, protagonizado por Sam Riley ("24 Hour Party People"), banda sonora dos New Order e músicas dos Joy Division, "Control" documenta as relações de Curtis com a mulher e com a amante, a batalha contra a epilepsia e o caminho para a glória. Ian Curtis suicidou-se a 18 de Maio de 1980, véspera da primeira digressão americana que se desenhava como um novo triunfo para a banda.

E depois, outra coisa que me fascinou imenso, o facto de ser um filme rodado sempre a Preto&Branco, o que dá um toque ainda mais especial.

Imagens, sem dúvida marcantes, um filme a não perder. :D


Boas representações dos actores principais, Sam Riley (Ian Curtis), Alexandra Maria Lara (Annik Honoré) e . :)

Samanha Morton (Deborah Curtis).
Aqui fica o trailer:

http://www.youtube.com/watch?v=qrFKu3xwTlQ

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=qrFKu3xwTlQ]

PS:

Quanto à música em si... estou já a tentar arranjar algo dos Joy Division... algo espectacular. :D

Fontes:

Control

CINECARTAZ.PUBLICO.PT

IMDB

Youtube

publicado por paranoiasnfm às 23:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 9 de Março de 2008

"Sozinho em casa" - Já enjoa

Estava a fazer zapping hoje ao final da tarde, quando passei na SIC e vi, mais uma vez, o filme Sozinho em casa.

Pergunto-me... o que é que a SIC vê naquele filme, que passa não sei quantas vezes aquele filme?

Sim, é um filme engraçado, dá para rir um pouco... mas acho que já é um exagero. O miúdo já não é miúdo, já andou nas notícias pelas piores razões, devido à fama que fez com o filme... mas com franqueza, farta mesmo. :?
tags:

publicado por paranoiasnfm às 22:13
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sexta-feira, 7 de Março de 2008

Sala de cinema... ou de ruminantes? E os preços?

Estava eu a "passear" na blogosfera, quando vi um blog que me interessou e, por ser relativamente "pequeno" (existe há pouco tempo), decidi ler todos os arquivos que, à partida, me chamavam a atenção. O blog chama-se: Absinto

E o post que me chamou a atenção, de entre muitos outros, foi um que fala de: cinema, coca-cola e pipocas

Como partilho da mesma opinião, decidi basear-me nisto e escrever também um pouco. Era bom, muito bom, que as pessoas que gerem os cinemas em Portugal lessem isto e pensassem duas vezes, antes de colocarem bares e coisas do género a vender pipocas e outras merdas, à  entrada das salas de cinema.

Detesto ir para uma sala de cinema e ouvir gente a ruminar, chego meso a perguntar a mim próprio: "Estou numa sala de cinema?! Ou de ruminantes?!"

Devia ser proíbido entrar numa sala de cinema com qualquer tipo de comida (pipocas, pastilhas elásticas) ou seja lá o que for.

Porque é uma MERDA irmos para um cinema, pagarmos 5.40€ por um bilhete e ainda estar ali a ouvir ruminantes, o revirar no pacote das pipocas, o chupar as palhinhas para beber coca-cola e por aí fora.

Não sabem arranjar outra hora?

Foi como o outro dia, quando fui ver o Cloverfield, ruminantes atrás de mim, à frente, aos lados... só me apetecia levantar dali das cadeiras e dizer "PAREM COM ISTO! ESTAMOS NA SALA DE CINEMA, NÃO NUM RESTAURANTE!!"

Mas não, não posso abrir a boca, porque eles próprios, vendem as pipocas à entrada da sala, o que é lamentável.

Pagar tanto dinheiro para isso?! Para a próxima, garanto, vão levar um "cházinho" na bilheteira, oh se vão.

Já levaram o outro dia quando fui comprar o bilhete (já sabia que tinha subido - novamente - em 20 cêntimos, mas testei)... dei apenas os 5.20€ para ver o homem pedir mais 20 cêntimos... e o diálogo foi o seguinte:
Eu: Outra vez?!? Ainda há uma semana estive cá e paguei só 5.20€. (isto em Janeiro mais ou menos)

Rapaz da bilheteira: Não senhor, isso deve ter sido o meu colega se enganou, os preços subiram no dia 1 de Janeiro de 2008.

Eu: Um familiar meu pagou 5.40€ ainda em Dezembro e eu... ainda só paguei 5.20€, já em Janeiro.

Estes preços nunca mais vão parar de subir? Em três meses já paguei 5€, 5.20€ e agora 5.40€.

Rapaz da bilheteira: Os preços subiram no dia 1 de Janeiro.

(voltou a repetir a mesma conversa)

E claro, lá tive que dar mais 20 cêntimos.

Uma coisa é certa.. ir ao cinema está cada vez mais caro (como em quase tudo no país).. e pior que isso, é apanhar a porcaria da sala com ruminantes em todos os cantos.

Ahh! E mais. Há crianças, putos, ou o que quiserem chamar, que ainda gastam dinheiro para ir "passear" dentro da sala de cinema. Não me lembro em qual foi o filme, mas estavam lá, dois putos (que nem sequer são bem putos, deviam ter uns 15/16 anos), que ora se levantavam, mudavam de lugar, voltavam a andar pela sala e por aí fora. Nunca pararam.. até que, depois do intervalo, nunca mais apareceram na sala. BEM BOM. :D

Porque estava a passar-me com eles, só não chamei a atenção porque o filme era bom e não queria estar a perder tempo a chamar a atenção ou a fazer queixa para os expulsar da sala.

E os intervalos... para que serve aquela porcaria? 10 minutos de intervalo? Desnecessário... querem ir ao WC, my friends, preparem-se antes de ir para a sala. É que, ser interrompido por intervalos, é muito chato. Se não beberem, se não comerem durante a estadia na sala de cinema, certamente não têm a necessidade de ir ao WC. Mas não... o intervalo é mais uma razão para os senhores do bar do cinema fazerem mais uns trocos com pipocas... aquelas tretas com as quais devem ACABAR o mais rápido possível

Porque senão, vai chegar ao dia em que eu (e muito boa gente, apreciadora de bom cinema), vai preferir esperar pelos DVDs e dar um pontapé no cú a muitos destas salas de cinema espalhadas pelo país e que vendem pipocas e tretas do género. :)

Eu serei um deles, sem dúvida.

Custa dar 5.40€ para ver um filme.. e, pior ainda, é ter o azar de encontrar a sala com algumas pessoas, muitas delas, ruminantes!

publicado por paranoiasnfm às 12:45
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 6 de Março de 2008

Atonement - Expiação (review)

Finalmente, a oportunidade de ver este filme. Estava inquieto que chegasse cá esta película.

Pois bem, anteontem fui ver o filme... e que filme!! :D

Já sabia que era um grande filme, daí ter fixado o nome para quando estivesse no cinema, ir logo a "correr" para ver o mesmo. E, sem dúvida, não estou nada, mesmo nada arrependido, porque, por alguma razão, era um dos nomeados aos óscares.

Atonement



A capa do filme, por si só, chama logo a atenção. :D

Aqui fica um pouco do argumento do filme:

Verão de 1935. É o dia mais quente do ano mas, apesar da canícula, a família Tallis vive tranquilamente na sua mansão vitoriana. A pequena Briony já descobriu a sua vocação, quer ser romancista. Mas quando do alto dos seus 13 anos surpreende a irmã, Cecília (Keira Knightley), a despir as suas roupas e a mergulhar na fonte do jardim junto do filho do caseiro, Robbie (James McAvoy), a sua reacção ingénua face aos desejos dos adultos vai provocar uma tragédia. Robbie e Cecília ultrapassam uma fronteira que nunca tinham ousado ultrapassar e tornam-se vítimas da imaginação prodigiosa de Briony. No final desse dia, a vida dos três terá mudado para sempre.
Uma adaptação do romance de Ian McEwan pela equipa de "Orgulho e Preconceito", "Expiação" foi nomeado para sete Globos de Ouro, tendo arrebatado os prémios de melhor filme e banda sonora original.


E relativamente ao final do filme?

Simplesmente lindo, surpreendente, não sei explicar. Vale mesmo a pena ver, sobretudo a parte final, que me surpreendeu!

Simplesmente lindo este filme. :D

Não, não vou explicar o fim... porque é mesmo necessário ver o filme, do primeiro ao último minuto! Vejam, porque é simplesmente fantástico aquele final. :P

:D

(quantas vezes repeti o elogio ao final do filme? Não sei...) :P

E depois tem mais... as duas actrizes "principais" , a pequena Briony (Saoirse Ronan), de apenas 14 anos, que representação fenomenal (tão nova e já conta com quatro prémios e oito nomeações) e Keira Knightley (Piratas das Caraíbas), com uma bela representação também. :D

Fontes:

CINECARTAZ.PUBLICO.PT

IMDB

Atonement (Site oficial)
tags:

publicado por paranoiasnfm às 10:46
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 29 de Fevereiro de 2008

Lions for Lambs - Peões em jogo (review)

Mais outro grande filme, com um elenco de luxo (Meryl Streep, Tom Cruise, Robert Redford, este último, realizador e actor do filme).
E, mais uma vez, uma crítica à política dos EUA. Parece que estou numa de ver filmes políticos, mas na verdade, são estes que nos fazem pensar realmente no Mundo em que vivemos.

O papel dos media, da política e da educação na América de hoje em análise num filme cujos protagonistas estão envolvidos de alguma forma no combate contra o terrorismo.
Um senador (Tom Cruise) está prestes a dar a uma jornalista (Meryl Streep) uma notícia explosiva sobre estratégias de guerra. Porém, ela terá de decidir se segue a história ou se cede a tornar-se num instrumento de propaganda política. Numa universidade, um professor de Ciência Política, Stephen Malley (Robert Redford), confronta um estudante, que dado o seu desinteresse pode nunca atingir o seu potencial.
Do outro lado do planeta, nas montanhas do Afeganistão, dois antigos alunos do professor Malley, longe dos debates políticos e dos discursos dos seus mentores, lutam pela sobrevivência.


Um filme que recomendo também. :D

Fontes:

CINECARTAZ.PUBLICO.PT

IMDB

PS:

Faltam 7 horas. :D

(esperem pelo próximo post)
tags:

publicado por paranoiasnfm às 15:21
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Redacted - Censurado (review)

O outro dia tive a oportunidade de ir ao cinema e ver este filme:

Redacted - Censurado




Ficção inspirada em acontecimentos reais, é uma autópsia à Guerra do Iraque e às suas consequências, realizada por Brian De Palma, que conquistou o prémio de melhor realizador em Veneza.
É uma experiência única que nos obriga a reexaminar de forma radical a forma como olhamos e aceitamos os acontecimentos mundiais, filtrados pelo poder das imagens mediatizadas que as televisões transmitem. Imagens que vemos e em que acreditamos e que nos dão uma visão que podem estar a turvar a realidade.
"Censurado" centra-se num pequeno grupo de soldados americanos. Os vários pontos de vista apresentados permitem confrontar a experiência destes jovens sob pressão com a visão dos jornalistas, da comunidade local, iluminando de uma forma diferente os acontecimentos e as consequências desastrosas do conflito.
O filme monta imagens de câmaras digitais portáteis, imagens do YouTube, blogues de soldados, excertos de documentários e reportagens que fizeram com que vários distribuidores censurassem algumas das imagens.


Gostei do filme. Não é propriamente uma novidade neste género de filmes, utilizados como forma de crítica, neste caso, à política dos EUA. Tem, na parte final do filme, algumas imagens reais, um pouco chocantes.

Fontes:

CINECARTAZ.PUBLICO.PT

IMDB
tags:

publicado por paranoiasnfm às 12:05
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

3:10 to Yuma - O Comboio das 3 e 10

Ben Wade (Russell Crowe) é um fora-da-lei, um bandido temido por todos, que é capturado na sequência de um assalto a um banco. Dan Evans (Christian Bale), um veterano da Guerra Civil que luta por manter o seu rancho e ganhar o respeito do filho adolescente, propõe-se como voluntário para escoltar Ben até ao comboio das 3h10, o comboio que o levará ao julgamento. Mesmo muito distintos, os dois homens ganham o respeito um do outro. Mas os homens de Ben farão tudo para o resgatar e o bandido também não perderá a oportunidade de fugir. A missão de Dan é por isso cada vez mais violenta e infernal e a viagem até Yuma parece cada vez mais longa.


Gostei imenso do filme.

O actor principal, nem é preciso falar, Russell Crowe e basta.


Depois, gostei particularmente da representação do actor Ben Foster (Charlie Prince), o amigo de Ben Wade e que foi até ao fim para libertar o patrão.


Dois pontos negativos do filme e que vou tentar ver novamente para me certificar:

- Já na parte final, perto das ditas 3:10, o Dan Evans (Christian Bale) tinha um relógio de bolso, que estava a ajudar a regular-se nas horas que faltavam para o comboio chegar.

Pois bem, numa das cenas, ele olha para o relógio, eram 2:35 (aproximadamente), sendo que aquela cena dentro do quarto à espera da hora se prolongou por alguns minutos. Mais tarde, olhou novamente para o mesmo relógio e o mesmo, indicava 2:15 (ou algo assim do género, o certo é que o tempo teria, supostamente, recuado)... sendo que, alguns minutos depois, o relógio já indicava então 2:50 (aproximadamente) e então, era hora de sairem em direcção à estação.

- Após uma pequena sessão de pancadaria à noite, entre Russell Crowe e Peter Fonda (Byron McElroy), o primeiro, ficou bem maltratado (lábios a sangrar, etc)... e depois, na cena seguinte (de manhã), tinha apenas alguns arranhões na cara e os lábios, como novos, sem vestígios de qualquer pancada.

São pormenores mínimos, que se calhar ninguém se importa com isto (até eu, é-me indiferente)... mas achei interessante falar nestes dois pormenores. :)

Em suma, gostei na mesma do filme, com belíssima música, bons cenários, boa fotografia. Aprovado, sem dúvida. :D

O final? Sem dúvida surpreendente, não esperava. :)

Fontes:

IMDB

Cinecartaz.PÚBLICO.pt


tags:

publicado por paranoiasnfm às 17:02
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 12 de Fevereiro de 2008

Reviews - cinema

Nome de Código: Cloverfield


 




Um filme que fui ver ao cinema no fim de semana passado.

Depois de tantos elogios do meu primo a este filme (que acabou por ver o filme por duas vezes)... acabei por ir, um pouco pelo conselho e curiosidade em ver a inovação do filme (filmada com uma câmera HD - de alta definição; e ser, digamos assim, filmada sempre na primeira pessoa).

Ora... tudo começa numa festa... (esqueçam, não vou contar, vale a pena ir ver). Mas convém resumir e diz que foi um filme bom, gostei, mas saí tonto, porque estão a imaginar, um filme filmado "à laia" de amador, em que a câmera acompanha a personagem para todo o sítio, levando "abanos", etc, sem que haja os ditos carris, como naqueles filmes que estamos acostumados a ver, em que os planos são rigorosos e tal... estão a ver o filme?

Digamos que este filme está como a Lomografia (fotografia sem preocupação em seguir as regras e técnicas da fotografia).

A qualidade de imagem, nem se fala, apenas posso dizer: Fantástica!

Resumindo... foi um filme interessante.
Goodbye Bafana - Mandela: Meu Prisioneiro, Meu Amigo



Outro filme que não deixei escapar no cinema, Goodbye Bafana, um filme que retrata a vida de Nelson Mandela na prisão.

África do Sul, 1968. Vinte e cinco milhões de negros vivem sobre o domínio de uma minoria de quatro milhões de brancos. Os negros não têm direito de voto, liberdade de movimento, não podem possuir terras ou habitação e não têm acesso à educação.
James Gregory é branco e considera que os negros são uma raça inferior. Tendo crescido numa quinta em Transkei, aprendeu a falar Xhosa em criança. Isso torna-o o homem perfeito para ser o guarda prisional responsável por vigiar Nelson Mandela e os seus camaradas em Robben Island, pois não só fala a sua língua como pode ouvi-los e tornar-se um espião. Mas este plano volta-se contra quem o arquitectou. Ao privar com Mandela, Gregory começa a questionar o "apartheid" e torna-se progressivamente defensor de uma África do Sul livre e democrática.


Um grande filme . :D

Recomendo :)
tags:

publicado por paranoiasnfm às 15:49
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 11 de Fevereiro de 2008

O Rapaz mais inteligente do Mundo

Ontem vi na RTP-2 (sim, RTP-2, um dos melhores canais portugueses no que diz respeito a programas/reportagens de qualidade) uma reportagem sobre o rapaz mais inteligente do Mundo - Akrit Jaswal, 12 anos.

Em 2001 um rapaz de sete anos de uma remota aldeia nos Himalaias, fez uma cirurgia numa rapariga local. As notícias espalham-se depressa e o rapaz foi convidado para ser testado nos Estados Unidos, tendo revelado o QI mais elevado de sempre, para a sua idade.
Akrit Jaswal tem agora doze anos e é considerado pelos da sua aldeia como uma reincarnação.Tem vindo a trabalhar nos dois últimos na cura do cancro, baseado em teorias de terapia de genes, mas os recursos na sua pequena aldeia do Norte da Índia são limtados.
Este documentário junta-se a Akrit na viagem que ele fez ao Imperial Cancer Research Laboratory em Londres, onde ele vai testar as suas capacidades mentais pela primeira vez, a fim de se ver se continua a ser uma dos mais brilhantes cérebros do século XXI!


Gostei imenso da reportagem.

Realmente, a falar com adultos, é fantástico, sendo que, em alguns dos casos, não sei se foram estes a desafiar o rapaz se foi ele mesmo que já sabia mais que os médicos/professores.

Tem ideias, de facto, revolucionárias, muitoo provavelmente por ainda ser uma criança e ter o espírito aberto e sonhador.

Mas irritou-me o modo como "despacharam" o rapaz, que vou explicar abaixo... Fizeram o teste de QI, deu 146 (que, segundo a escala, dá a "classificação" de "Muitíssimo Inteligente").

Num dos seguintes testes (que, segundo a minha opinião, já foi para tentar desestabilizar o rapaz), ele "engatou" num dos exercícios práticos, mais concretamente com alguns cubos em que teria que organizar numa determinada forma, só que, demorou tempo a mais.

Ora, depois deste teste, Akrit ficou insatisfeito com os resultados logicamente, por ter demorado mais tempo.

O que ele queria, era ter os produtos/químicos nas mãos para poder testar aquilo que tinha em mente, coisa que recusaram fazer, sendo assim, Akrit voltaria à sua terra.

Quanto a mim, tiveram medo que o rapaz descobrisse algo novo e por ser muito novo, afirmaram que ele não tinha "capacidade" para tal ainda e por falhar ainda na prática.

Agora pergunto, MAIS UMA VEZ, porque é que esta merda desse pessoal (que julga que tem a mania que sabe) não dá oportunidade PRÁTICA às pessoas?!?!

O rapaz operou uma rapariga no seu país, prática esta, fruto do seu intenso trabalho de pesquisa, fruto da sua paixão pela medicina.

E depois, qual seria o problema de Akrit chegar à conclusão (tendo por base uma OPORTUNIDADE prática) de que, realmente não era tudo tão fácil como ele julgava?

Eu, sinceramente não vejo nenhum.

Apenas acho que esta seria a melhor forma. Estou farto de ouvir dizer: "É dando cabeçadas que se aprende."

Pois bem.. digo o mesmo então.. deixassem o rapaz testar, dessem formação à criança para tal, para poder testar, "dar as ditas cabeçadas" até chegar a alguma conclusão. Seria assim que ele aprendia algo mais sobre a realidade.

Ou serão os outros que não querem ver a realidade e assumir que realmente aquela criança terá futuro se devidamente apoiada e formada?!?! Fica aqui a questão.
tags:

publicado por paranoiasnfm às 12:54
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 2 seguidores

.pesquisar

 

.Março 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Desafio 1

. Control (review)

. "Sozinho em casa" - Já en...

. Sala de cinema... ou de r...

. Atonement - Expiação (rev...

. Lions for Lambs - Peões e...

. Redacted - Censurado (rev...

. 3:10 to Yuma - O Comboio ...

. Reviews - cinema

. O Rapaz mais inteligente ...

.arquivos

. Março 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

.tags

. todas as tags

.links

SAPO Blogs

.subscrever feeds